Notícias

"Quando atacam a OAB, atacam toda a advocacia", diz Luiz Viana

"Amigos, a OAB e eu sofremos um ataque anônimo vil, indigno e covarde. Quando atacam a OAB, atacam toda a advocacia. E eu não posso me calar. Estamos em luta permanente em defesa das prerrogativas dos advogados e contra a crise do Judiciário na Bahia. Quando o diálogo não resolve, adotamos outras medidas, que têm sido um sucesso. Foi assim, por exemplo, com a liminar do Supremo Tribunal Federal que impediu a instalação de turno único pelo Tribunal de Justiça. E também a liminar da Justiça Federal que obrigou ao Banco do Brasil ao pagamento de nossos alvarás. Agora, conseguimos a manutenção de 65 comarcas no interior do estado. E a OAB ajuizou uma medida na Justiça Federal contra a desinstalação de 36 comarcas. Nós, que estamos com a barriga no balcão, sabemos da importância dessas conquistas para a advocacia. A quem interessa macular a imagem da OAB? Esses ataques não vão parar nosso trabalho. Ao contrário, a OAB não teme nada nem ninguém. Chamo vocês, meus amigos, a manter a OAB porto e farol da advocacia. Muito obrigado!"Luiz Viana Queiroz, presidente da OAB da Bahia.