Notícias

OAB-BA desagrava advogados

Criada para fortalecer o sistema da OAB da Bahia voltado à defesa das garantias da advocacia baiana, a Câmara de Direitos e Prerrogativas (CDP) da seccional vem mostrando resultados positivos para a classe. Após aprovação na primeira sessão, realizada no dia 14 deste mês, três desagravos foram marcados já para a semana que vem.
A advogada Juliana Blanco será desagravada no dia 27 de março, às 9h, na sede da Associação Baiana dos Advogados Trabalhistas (ABAT), na Rua Miguel Calmon, com a relatoria da conselheira Cínzia Barreto. No dia seguinte, 28 de março, será desagravada a advogada Thalita Cunha Duran às 9h, na subseção de Lauro de Freitas, tendo como relator o conselheiro Osvaldo Emanuel.Também será desagravado, com a relatoria do conselheiro José de Souza Gomes Filho, o advogado Antônio Pinto Madureira na subseção de Ilhéus. O desagravo, cuja data ainda será definida, tem como interessados os juízes titulares das 3ª e 4ª Varas de Relação de Consumo Cível e Comercial da comarca de Ilhéus, Jorge Luiz Dias Ferreira e Antônio Carlos Rodrigues de Moraes.
"Esse é só o início dos nossos esforços em busca do fortalecimento do sistema de prerrogativas da seccional. Aprovamos os desagravos na semana passada e, já na semana que vem, realizaremos os atos em defesa dos colegas, mostrando que a OAB-BA é inflexível quando o assunto é assegurar o exercício profissional dos colegas baianos", destacou o presidente da OAB-BA, Fabrício Castro. Foto: Angelino de Jesus (OAB-BA)